Em junho, as belas praias, lagoas e dunas do litoral do Ceará disputam a preferência do turista com a atmosfera envolvente dos festejos do interior. Aqui, toda quadrilha que se preza tem que ter casamento, sim, senhor! E, como todo bom cearense, não pode faltar uma generosa dose de bom-humor.

fortaleza

Conhecida por suas belas praias, pela vida cultural intensa, por seus restaurantes especializados em frutos do mar e pelo bom humor inato do seu povo, a vibrante capital cearense, Fortaleza, esbanja alegria em junho com os seus irreverentes arraiás que se espalham por diversos cantos da cidade.  Um dos destaques é a dança. No ano passado, 50 quadrilhas juninas, adultas e infantis, se apresentaram em 24 festivais regionais, realizados aos fins de semana, cada vez em um bairro diferente.  Outra marca dos festejos é a Festa de São Pedro dos Pescadores, que acontece há mais de 90 anos no Bairro Mucuripe, sempre no dia 29 de junho. Tradicionalmente, a data é celebrada com uma missa às 8h. Na sequência, uma bela procissão de jangadas pontilha o mar com suas velas coloridas carregando a imagem do santo padroeiro da comunidade pesqueira, que retorna horas depois em meio a muita festa embalada por shows de forró.

A comemoração realizada pela Colônia de Pescadores Z8 nas proximidades da Igreja de São Pedro dos Pescadores e no calçadão da Beira-mar é tão icônica que se tornou o primeiro bem imaterial registrado em Fortaleza.

* A Azul tem voos que conectam Fortaleza com importantes aeroportos do Brasil, como Viracopos (SP), Confins (MG) e Recife (PE).

MARACANAÚ

Como chegar: Maracanaú pertence à região metropolitana de Fortaleza e fica a apenas 24 km da capital cearense, com acesso pela avenida Gen. Osório de Paiva.

Quando o quesito é o tempo de duração, a cearense Maracanaú pode dizer que tem o maior São João. Na última edição, a cidade recebeu mais de 2 milhões de pessoas. Foram 230 atrações culturais nordestinas e 35 mil quadrilheiros de 216 grupos juninos, divididos em oito festivais.

O resultado foi uma festa tão animada que até virou enredo da escola de samba Vigário Geral no Carnaval do Rio de Janeiro deste ano. Além de cidade cenográfica, espaços temáticos, comidas típicas e uma fazendinha para crianças, o São João maracanauense costuma reunir grandes nomes da música nacional. Em 2024, serão 24 dias de festança e muita diversão. A eclética programação contará com shows de Alok, Léo Santana, Murilo Huff, Manu Batidão, Dennis DJ e Dilsinho, entre diversos ícones do forró, como Wesley Safadão, Xand Avião, Felipe Amorim, Mari Fernandez, Matheus Fernandes, Henry Freitas, Nattanzinho e a tradicional banda Lagosta Bronzeada.

VALE DO CARIRI

Como chegar: a Região Metropolitana do Cariri fica no sul do Ceará, a cerca de 500 km de Fortaleza, e conta com um aeroporto na cidade de Juazeiro do Norte.

Formada por nove municípios (Jua-zeiro do Norte, Crato, Barbalha, Ca-ririaçu, Farias Brito, Jardim, Missão Velha, Nova Olinda e Santana do Cariri), a Região Metropolitana do Cariri atrai milhares de pessoas o ano inteiro. Atrações não faltam para isso. Para os devotos de Padre Cícero, é a terra do religioso, considerado um santo milagreiro por muitos nordestinos. Para os ecoturistas, tem a Floresta Nacional do Araripe e o Parque Ecológico das Timbaúbas, uma importante área de conservação ambiental. Para pesquisadores, o vale abriga duas universidades e um vasto sítio paleontológico que lhe conferiu o título de “berço dos dinossauros”. Para agropecuaristas, é palco da maior feira do setor no Nordeste, a ExpoCrato. E para dar boas-vindas a visitantes com interesses tão distintos, a região conta com um moderno aeroporto, o Orlando Bezerra de Menezes, que está conectado com a capital do estado e com o país. Em junho, essa variedade de vocações converge nos festejos de São João, que pipocam por toda a região. Em Juazeiro do Norte, o JuaForró 2024 será realizado entre os dias 14 e 30, com destaque para o Festival de Quadrilhas.  Já no Crato, as festividades coincidirão com as comemorações do aniversário de 260 anos do município, com dança, trios de forró pé de serra e fogos de artifício no Parque de Exposição Pedro Felício Cavalcanti. Também haverá mais de 20 atrações no São João do Mirandão, de 21 a 29 de junho, na Praça Ricardo Solano Feitosa, incluindo uma cidade junina com parque de diversões, quermesse, shows e muitas delícias típicas.

* A Azul possui voos regulares que saem do Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes, em Juazeiro do Norte, com destino aos aeroportos de Fortaleza, Recife e Campinas.

circuito junino norte

Como chegar: Sobral está a cerca de 250 km de 

Fotaleza e conta com um aeroporto regional.

Enquanto o Vale do Cariri esquenta o São João no sul cearense, cidades do norte se encarregam de manter as fogueiras acessas, formando um “corredor” junino para lá de animado. Essa tradição virou até um projeto, chamado Circuito Junino Norte. Em Sobral, o evento conta com Arena São João, cidade cenográfica, feiras gastronômica e de economia criativa, espaços para brincadeiras populares e palco para shows musicais. Em Meruoca, o festival reúne diversos grupos juninos de renomes do interior, promovendo a cultura. Nos dias 29 e 30 de junho, Forquilha vai promover a vigésima edição do festival junino, que une tradição e inovação, celebrando uma das manifestações mais queridas e enraizadas da cultura nordestina que é o São João. De 5 a 7 de julho, ocorrerá o tradicional Barroquinha Junino, com atrações culturais, grupos de quadrilheiros e um publico estimado em 45 mil pessoas. Em sua XIX Edição, o Festival de Quadrilhas de Uruoca, será realizado entre os dias 8 a 14 de julho. O evento é compos-to por cidade cenográfica, área de alimentação, parque de diversões, selfiepoints, festival gastronômico e de artesanato junino. Com objetivo de promover um intercâmbio cultural entre visitantes e moradores, o Chitão de Martinópole será realizado entre os dias 20 e 21 de julho, com apresentações em praças públicas, competições de quadrilhas e atrações musicais. O Festival de Quadrilhas em Camocim, de 27 a 29 de julho, é mais que uma celebração junina, é também uma expressão viva da identidade e vitalidade local. Além das apresentações, o festival vai contar com feiras de artesanato e gastronomia, além de atrações musicais subindo ao palco todos os dias de programação. Em Granja, serão quatro dias de festa. De 25 a 28 de julho, a cidade é palco do Granchitão, consagrado um dos maiores festejos do Ceará. Dentro da programação estão apresentações de grandes nomes musicais e a maior cidade cenográfica da região, com conforto e segurança para proporcionar a melhor experiência aos visitantes. A ideia é transformar a região em um polo turístico ainda mais vibrante durante o período das festas juninas, integrando as cidades e consolidando a identidade da região, que já dispõe de um aeroporto para receber turistas da capital cearense com mais rapidez e conforto.

* A Azul opera voos entre Sobral e Fortaleza às segundas, quartas e sextas-feiras.