Na "esquina" da América do Sul, o Rio Grande do Norte tem um atributo de grande porte: é o estado brasileiro mais próximo da África e da Europa. Seu aeroporto é um eterno vaivém, mas o potiguar sabe preservar suas raízes como ninguém! Tem Chuva de Bala em Mossoró, auto de São João em Assú e trios pé de serra que deixam Natal numa alegria só.

natal

Um sem-fim de dunas e lagoas enfeita o litoral potiguar desde os recifes de Maracajaú e as montanhas de areia de Genipabu, ao norte, até as belas praias de Pipa, ao sul. No meio dessa imensidão de belezas, Natal, a capital do estado, desponta com sua própria coleção de postais: Forte dos Reis Magos, Morro do Careca, Ponta Negra…  Além de acolhedora, a chamada Noiva do Sol serve de ponto de partida para emocionantes passeios de bugue pelo litoral do Rio Grande do Norte. Em junho, porém, esse movimento se inverte. Gente de vários municípios litorâneos vem à capital para pular a fogueira de um dos festejos de São João mais animados do estado.

Assim como suas lagoas, os eventos pipocam por diferentes pontos de Natal. Na última edição, foram mais de 40 arraiás de rua, além de dezenas de shows e grupos de dança. Na Arena das Dunas, por exemplo, teve concurso de quadrilhas e uma programação com grandes nomes do sertanejo, do forró eletrônico e do piseiro. Já os entusiastas do clássico forró pé de serra se encontraram no coreto do Festival Gastronômico para arrastar as chinelas ao som dos trios de sanfona, zabumba e triângulo. É nesse despretensioso dois pra lá, dois pra cá que a Noiva do Sol se enche de gente e de graça. 

* A Azul tem voos diretos que conectam Natal com importantes destinos brasileiros, como Campinas (SP), Belo Horizonte (MG), Recife (PE), Curitiba (PR), Goiânia (GO) e Rio de Janeiro.

mossoró

Como chegar: Mossoró tem aeroporto próprio e fica a 280 km de carro da capital potiguar, Natal, pela BR-304.

Capital Nacional do Semiárido, Mossoró, cultiva uma tradição que diferencia a sua festa de São João de qualquer outra: o espetáculo teatral Chuva de Bala, que exalta a bravura dos mossoroenses que expulsaram Lampião e seu bando de cangaceiros da cidade nos idos de 1927.  Além da encenação, realizada há mais de 20 anos, concursos de quadrilhas estilizadas mobilizam grupos de todo o país e fazem muito sucesso. Mas a agenda de shows não fica atrás. Só a abertura do Mossoró Cidade Junina 2024, no dia 1º de junho, contará com três atrações nacionais: Zé Vaqueiro, Tarcísio do Acordeon e Bell Marques.

Também passarão pelo palco principal, na Estação das Artes Elizeu Ventania, nomes como Alok, Gusttavo Lima, Luan Santana, Jorge e Mateus, Murilo Huff, Nattan, Wesley Safadão, Mari Fernandez, Bruno & Marrone, entre outros. E o encerramento dos festejos juninos, no dia 29, será comandado pelo “gigante” Léo Santana. A estimativa é de que cerca de 1 milhão de  pessoas participem do arraiá, que se concentra em uma área de quase 50 mil metros quadrados com barracas, palcos, camarotes, restaurantes, bares e o tradicional circo do forró. E o que é melhor: sem pagar nada para entrar!

* A Azul opera três voos regulares por semana entre Mossoró e Natal.